segunda-feira, 9 de março de 2015

História triste de uma praieira com Inezita Barroso




Esta música, conhecida nos anos de 1930 / 1940, cantada por Inezita Barroso, repercutiu na vida dos jovens daquela época, como música romântica à embalar seus namoros e encontros, muitas vezes tendo como cenário o mar sereno, a lua clareando ao invés da energia elétrica, uma caiçara e ao longe, balançando nas ondas cristalinas do mar, uma jangada.



(Postagem repetida)


segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Itamaracá / Festa Religiosa




A Buscada Marítima de Nossa Senhora do Pilar, que ocorreu no Sábado, 31 de Janeiro de 2015.

***

domingo, 28 de dezembro de 2014

Belezas de Itamaracá



Estava na beira da praia 
Ouvindo a fanfarra das ondas do mar




*


Eu vou com meu amor
À Ilha de Itamaracá
Pra dançar uma Ciranda
Que a Lia me mandou chamar




*



Vou dançar Ciranda
Até o sol raiar
Vem dançar Ciranda
Vamos meu bem balançar




*



O mar tem um verde louco
Que eu acho pouco
Dizer que é beleza!



*



A praia tem tanto coco
Que eu fico rouco
De gritar riqueza!




*


Sou pescador, sou de Agua Fria
Sou moreno cirandeiro
Sou o chamego de Lia






***





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...